CIP banca o primeiro pacote de obras contra pontos escuros

O primeiro pacote de obras bancado pela taxa de iluminação pública que vem sendo cobrada da população desde fevereiro do ano passado deve começar a ser implantado nos próximos dias. A prefeitura homologou esta semana a empreiteira C&F Empreendimento Elétricos, Telefônicos e Serviços de Votuporanga como vencedora da concorrência de R$ 400 mil para eliminação de pontos escuros na cidade. Após a assinatura de contrato, a prefeitura deve emitir a ordem de serviço para a empreiteira que é a mesma que cuida do sistema de iluminação pública de Fernandópolis.

 

O secretário de Planejamento Edson Damasceno confirmou ontem que esse primeiro pacote de obras pretende eliminar 30% dos cerca de mil pontos escuros existentes na cidade.

 

O pacote prevê colocação de luminárias onde já existe rede e, em alguns pontos, a colocação de postes. Em alguns pontos a extensão de rede servirá tanto para iluminação quanto para fornecimento de energia para futuras residências e empreendimentos. Nessa fase serão contemplados 26 bairros: Jardim Pôr do Sol, Residencial Antônia Franco, Jardim América, Jardim Araguaia, Jardim Paraíso, Cohab Bernardo Pessuto, Vila Santa Rosa, Jardim Bela Vista, Jardim Acapulco, Palma Mininel, Parque Vila Nova, Residencial Santa Filomena, Jardim Rosa Amarela, Vila Mariana, Jardim Santa Rita, Vila Ubirajara, Corinto, Vila Mariana, Parque das Nações, Residencial Hilda Helena, Jardim Eldorado, Jardim Santa Cecília, Vila Taiguara, Jardim Água Vermelha, Vila São José, Jardim São Judas Tadeu e inclui também o trecho novo da Avenida Raul Gonçalves Junior.

 

De acordo com o projeto a avenida ganhará iluminação com colocação de postes ornamentais com luminária de 400 e 150watts iluminando o canteiro e a rua, além da rede de energia subterrânea. A avenida concluída há dois anos ainda está no escuro.

 

Os investimentos na iluminação pública de Fernandópolis é bancada pela Taxa de Iluminação Pública de R$ 8,90 que a população paga desde fevereiro na conta de energia. A receita com a taxa de iluminação em 2014 atingiu R$ 2,7 milhões.

 

Damasceno previu para lançar em 15 dias nova licitação para investimento de R$ 300 mil na iluminação pública. “Simultaneamente ao inicio das obras que já foram licitadas, estaremos lançando novo edital”, disse Damasceno que estima eliminar todos os pontos escuros da cidade ainda este ano e iniciar o programa de modernização do parque de iluminação, com a implantação de lâmpada de leds nas avenidas.

 

(Fonte: Região Noroeste)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!