Cetenco vai ao TCU contra licitação da BR-153

O consórcio formado pelas construtoras Cetenco-Ferreira Guedes-Lenc entrou com representação no Tribunal de Contas da União (TCU) contra a licitação de duplicação de trecho urbano da rodovia BR-153 em Rio Preto.

 

O grupo apresentou proposta de R$ 185,9 milhões para a obra, em concorrência por meio de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), mas o Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (Dnit) colocou o grupo formado por Encalso-Bandeirantes-Coplan como vencedor.

 

O consórcio liderado pela Encalso teve melhor pontuação técnica, apesar de pedir maior valor pela duplicação de trecho de 17 quilômetros, R$ 186,9 milhões.A duplicação será feita com recurso do PAC e o superintendente do Dnit em São Paulo, Ricardo Madalena, afirmou que a obra tem início até o final do ano.

 

No entanto, apesar de rejeitar recursos da Cetenco contra resultado da licitação, a concorrência ainda não foi oficialmente homologada. No TCU, a Cetenco aponta “Possíveis irregularidades no edital”. Procurado ontem, o Dnit não se manifestou.

 

(Fonte: Diário Web)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!