Canoas receberá R$ 272 milhões para construção de aeromóvel

No RS, ministro das Cidades anunciou recursos para moradia e mobilidade na região Metropolitana

 

O ministro das Cidades, Gilberto Occhi, esteve nesta quarta-feira em Gravataí e Canoas assinando contratos nas áreas da habitação e mobilidade. Em Gravataí o ministro vistoriou as obras do loteamento Breno Garcia, que terá mais de 2 mil unidades, e é o maior residencial do programa Minha Casa Minha Vida no Sul do país. O empreendimento é destinado para famílias com renda de até três salários mínimos. O contrato para a segunda fase do condomínio, que compreende 1.012 unidades, foi assinado nesta semana pelo governo do Estado, que investirá R$ 5 milhões para a construção. “Este é um grande passo na qualidade de vida da comunidade de Gravataí”, destacou Occhi.

 

Em Canoas, o ministro assinou o documento que garante o recurso de R$ 272 milhões, para licitar as obras do trecho 1 do aeromóvel, que terá 5,9 quilômetros, e ligará a Estação Mathias Velho da Trensurb até a avenida 17 de Abril, no bairro Guajuviras. A contrapartida do município será de R$ 15 milhões, totalizando investimento de R$ 287 milhões. A licitação deve ser lançada ainda neste ano, com previsão de concorrência pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC) e previsão de início das obras para setembro de 2015. A construção primeiro trecho deve durar aproximadamente um ano e meio. A obra beneficiará cerca de 60 mil habitantes.

 

Na cidade, Occhi também assinou, por meio do Pacto da Mobilidade Urbana, a liberação de R$ 9 milhões para a elaboração de projetos dos trechos 2 e 3 do aeromóvel. Para o trecho 2, estão previstos 4,8 quilômetros, da Estação Mathias Velho até o final da avenida Rio Grande do Sul, ambos no bairro Mathias Velho. Já o trecho 3 terá 3 quilômetros, saindo do entroncamento das avenidas Farroupilha com Boqueirão, no bairro Moinhos de Vento, até a Praça do Avião, no Centro.

 

Na área da habitação, foi assinada a ordem para o início das obras de construção de 300 apartamentos no bairro Guajuviras. As unidades também serão destinadas aos moradores com renda entre zero e três salários mínimos, e os trabalhos já iniciam na próxima semana. Serão investidos R$ 19,2 milhões do governo federal, mais R$ 1,5 milhão do governo do Estado. A contrapartida do município será a doação da área. Com estes apartamentos, somente no Guajuviras, estão sendo construídas 1.926 unidades habitacionais.

 

(Fonte: Correio do Povo)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!