Bom Despacho abre licitações para construção de UBSs e escola infantil

Obras que serão feitas em bairros e distrito somam R$ 3,2 milhões.
Editais para limpeza urbana e administrar rodoviária estão disponíveis.

 

A Prefeitura de Bom Despacho divulgou nesta segunda-feira (1º), a abertura de processos de licitação para construção de duas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e uma escola de educação infantil. Os orçamentos das obras somam cerca de R$ 3,2 milhões.

 

Também há licitações para serviços de limpeza urbana e concessão para administração e uso do Terminal Rodoviário. As reuniões ocorrerão em datas diferentes, mas todas têm início previsto para às 9h, na sede do governo municipal.

 

Na sexta-feira (5) ocorre a sessão para contratação de empresa para construir a UBS Ana Rosa, no bairro de mesmo nome. A obra tem custo estimado em R$ 794.097,64.

 

No dia 11 será a vez de a Prefeitura de Bom Despacho contratar a empresa que vai construir a Escola Infantil Proinfância, no Bela Vista. O custo estimado é de R$ 1.891.350,40. “Os projetos não estão disponibilizados no edital devido a quantidade e ao tamanho dos arquivos. Entretanto, estão à disposição para verificação na Secretaria Municipal de Obras Públicas”, explicou a Prefeitura.

 

O próximo dia 12 é a data escolhida para a contratação de empresa especializada em obras civis para construir a UBS Rosalina Teodora, no distrito de Engenho do Ribeiro. O custo da obra é estimado em R$ 556.286,27.

 

Outros investimentos
Há ainda estão disponíveis editais para outros tipos de serviços, como contratação de construção de uma escola infantil; capina e limpeza urbanas e ainda a que terá a concessão para administração e uso do Terminal Rodoviário.

 

A sessão para contratar a empresa que fará a capina e limpeza urbana está marcada para esta quinta-feira (4). O objetivo do edital é definir a quem caberá o serviço de capina manual, roçagem mecânica e caiação de logradouros públicos. O custo do serviço é estimado em R$ 488.000,00.

 

Para o dia 16 está marcada a concessão do Terminal Rodoviário, que não tem custo estimado. De acordo com a Prefeitura, na concorrência pública será escolha da proposta mais vantajosa ao Município. “Para outorga, em caráter exclusivo, da concessão de serviços públicos para operação, administração, manutenção, conservação, reforma e exploração comercial do terminal rodoviário de Bom Despacho pelo prazo de 15 anos, conforme o edital”.

 

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!