Asfalto do PAC no Santa Cândida custará R$ 4,9 milhões

Asfalto do PAC no Santa Cândida custará R$ 4,9 milhões

 

Nesta sexta-feira, serão conhecidas propostas comerciais para lote do Jardim Tangarás

 

A Prefeitura de Bauru realizou nessa quinta-feira (22) a sessão de abertura do envelope com as propostas comerciais das empresas concorrentes para executar o primeiro lote de obras do PAC Pavimentação, que, ao todo, asfaltará mais de 700 quadras de terra da cidade, por meio do empréstimo de R$ 38 milhões, além de contrapartidas municipais, que podem chegar a R$ 24 milhões. O lote diz respeito às intervenções no Santa Cândida e deve custar R$ 4,9 milhões, R$ 700 mil a menos do que o valor médio estipulado pela pesquisa de preços da administração.

 

São 65 quadras padrão de asfalto, com execução de 52.015 metros quadrados de pavimentação asfáltica sobre base de brita graduada e 11.872 metros de guias e sarjetas, além de 262 rampas de acessibilidade, 16.836 metros quadrados de calçadas e 2.443 metros de galeria de águas pluviais.

 

De acordo com a Secretaria da Administração, oito empresas iniciaram a participação no processo para o lote Santa Cândida, sendo que três foram desclassificadas.

 

Nesta quinta-feira, foram abertos os envelopes das empresas: Penascal Engenharia e Construção Ltda, Maripav Pavimentação e Construção Ltda, Siqueira Comércio e Construções Ltda, H. Aidar Pavimentação e Obras Ltda, Jaupavi Terraplanagem e Pavimentação Ltda, e Comercial. A menor cotação oferecida foi da Siqueira Comércio e Construções Ltda, pelo valor de R$ 4.988.307,57.

 

O governo espera conseguir que os moradores das ruas que serão beneficiadas pelo PAC Pavimentação construam suas próprias calçadas, reduzindo, dessa forma, o custo das obras para o município.

 

Tangarás

As propostas seguem agora para avaliação técnica da Secretaria Municipal de Obras e a classificação final que apontará a empresa vencedora. Após a publicação, abre-se prazo de cinco dias para recurso.

 

Nesta sexta-feira (23), às 15h, será realizada a sessão para abertura dos envelopes com a proposta comercial do lote Tangarás.

 

Já a licitação para o terceiro lote, que envolve diversos bairros, houve a apresentação de recursos e o processo está na fase das contrarrazões, ou seja, as demais empresas participantes do processo estão no prazo para se manifestarem.

A expectativa do governo é de que as obras comecem no ano que vem e se prolonguem pelo período de dois anos.

 

TOTAL

Do total de 700 quadras de asfalto previstas pelo PAC Pavimentação, os serviços foram divididos em três lotes: Parque Santa Cândida, com 65 quadras; Tangarás, com cerca de 144 quadras; e Diversos, incluindo Jaraguá, Pousada da Esperança 1, Pousada da Esperança 2, Santa Edwirges, Parque Viaduto, Jardim Vitória e Parque Roosevelt, totalizando cerca de 495 quadras.

 

Para a execução das obras, foi firmado convênio junto ao Ministério das Cidades. A licitação contempla as adequações no edital indicadas pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE, após análise do documento em consequência de questionamentos apresentados junto ao órgão estadual.

 

No Jardim Solange

O prefeito Rodrigo Agostinho, o chefe de gabinete, Arnaldo Ribeiro, e o secretário de Obras, Sidnei Rodrigues, vistoriaram na tarde de ontem as obras de pavimentação no Jardim Solange, região oeste da cidade.

 

No bairro, estão sendo implantados 12.372,10 metros quadrados de pavimentação, o equivalente a 16 quadras padrão, englobando as ruas Alaska, quadra 20 e 21, Antonio Osório, 1 a 4, Argentina, 18 e 19, Canadá, 13 e 14, José Carlos de Carvalho, 5 e 6 e Major Pedro Julio de Oliveira, 01 a 06. A infraestrutura contempla ainda a implantação de 1.858,95 metros de guias e sarjetas, 4.336,39 metros quadrados de calçadas, 70 rampas de acessibilidade e 32 metros de galerias pluviais. As obras tiveram início no dia 15 pela rua Major Pedro Julio de Oliveira.

 

As obras de infraestrutura e pavimentação, com valor global de R$ 935.596,08, foram viabilizadas através de contratos de repasses firmados com a União Federal, por intermédio do Ministério das Cidades, sendo R$ 500 mil advindos de emenda parlamentar do então deputado Arnaldo Jardim (PPS). Os serviços estão a cargo da empresa H. Aidar Pavimentação e Obras, vencedora do processo licitatório.

 

(Fonte: JCNEt)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!