Aracaju terá novo sistema de fiscalização eletrônica, diz SMTT

 


Em janeiro de 2014 deverão ser instalados novos equipamentos de fiscalização eletrônica que irão monitorar a velocidade dos veículos nas ruas de Aracaju (SE), segundo informações da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). Nesse primeiro mês, os aparelhos estarão em fase de testes e somente em fevereiro eles entrarão em pleno funcionamento.

Além de radares e lombadas eletrônicas, também serão instalados painéis eletrônicos que servirão como centro de informações para os motoristas, facilitando assim o fluxo de veículos nas principais vias da capital.

De acordo com a SMTT, cerca de 40 pontos da cidade já foram definidos para a instalação dos novos equipamentos, mas a Prefeitura Municipal pode solicitar mudanças se houver a necessidade.

Para o diretor de Planejamento da SMTT Francisco Navarro, a nova fiscalização será mais rigorosa. “No semáforo os radares serão mistos e irão controlar o excesso de velocidade, bem como os veículos que avançarem o sinal. Esses dados serão capturados e enviados para a central de informações do nosso sistema”, explica. Ainda de acordo com o diretor, alguns radares serão usados para monitorar a faixa exclusiva de ônibus. “Se o ônibus trafegar em alta velocidade ele também será multado”, avisa.

 

Estacionamento rotativo

Além da fiscalização eletrônica, deve começar também, em fevereiro, o estacionamento rotativo. Serão disponibilizadas 3 mil vagas no Centro de Aracaju, além de vagas nos bairros São José, na Zona Sul, e Siqueira Campos, na Zona Oeste.

De acordo com a SMTT, fiscais irão acompanhar o volume de vagas nesses pontos da cidade.  “A cada 80 metros terá um ponto de venda dos bilhetes que podem ser adquiridos diretamente ou através de um aplicativo disponível em aparelhos celulares do tipo smartphone”, destaca o diretor.

Licitação

O processo de licitação para a compra dos novos equipamentos de fiscalização eletrônica está em fase de conclusão. “A disputa será realizada em janeiro e possivelmente no final do mês estaremos fazendo testes com a empresa vencedora. Ela terá que instalar uma determinada quantidade de radares para que o processo seja homologado”, detalha Navarro.

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!