AL/MT suspende concurso para ajustes em edital

 


A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso divulgou nota nesta quinta-feira (25) informando que o concurso público para preenchimento de 430 vagas de níveis Médio e Superior está temporariamente suspenso. O motivo alegado é a necessidade de ajustes no edital do certame para assegurar a qualidade, idoneidade e transparência.

De acordo com a nota, foram identificados alguns tópicos passíveis de retificação, bem como a necessidade de regulamentação da participação da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção MT, nos trabalhos da Comissão de Acompanhamento do Concurso Público, além de ampliar o prazo previsto para a realização das inscrições, bem como para o requerimento de isenção do valor da taxa de inscrição para candidatos no concurso.

“Estão suspensos, em caráter temporário, todos os atos relativos ao concurso público, originado pelo Edital nº 01/2013, até a data de 11 de agosto de 2013. Asseguramos que nenhum dos candidatos já inscritos sofrerá qualquer tipo de prejuízo”, diz o documento publicado no site da Assembleia.

Após 11 de agosto, será publicado um novo edital, com todas as alterações que se fizerem necessárias. O concurso é realizado pela IDP Cursos e Projetos, vencedora da licitação e contratada para elaborar as provas. O último concurso público feito pela Assembleia Legislativa foi feito em 1995. O atual foi alvo de polêmicas e questionamentos feitos por diversas categorias que apontam haver irregularidades nos requisitos de escolaridade.

Vagas

Ao todo são 215 vagas para o nível médio e 215 para nível superior. Os cargos são para almoxarife, arquivista de TV, arquivista documental, auxiliar de repórter cinematográfico de TV, auxiliar técnico de TV, editor de imagens, editor de pós-produção, editor gráfico, fotógrafo, garçom, motorista, operador de áudio de TV, operador de master de TV, operador de som, operador de vídeo de TV, produtor programador de TV, radialista, secretário, serviços gerais, técnico de manutenção de TV, técnico em eletricidade, técnico em informática, técnico hidráulico e técnico legislativo de nível médio.

Já os cargos em que é exigido nível superior são: administrador, analista de sistemas, arquiteto, assistente social, bibliotecário, contador, economista, editor de texto, enfermeiro, engenheiro civil, engenheiro de segurança do trabalho, engenheiro elétrico, fisioterapeuta, jornalista, pauteiro de TV, professor de espanhol, professor de inglês, professor de português, psicólogo, publicitário, repórter apresentador de TV, repórter cinematográfico de TV, revisor, técnico legislativo de nível superior e procurador legislativo.

(Fonte: ExpressoMT)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!