Agesul publica aviso de licitação para construção da unidade UEMS em Campo Grande

A agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), através da Coordenadoria de Licitações de Obras, comunica aos interessados que será realizada a licitação, do tipo menor preço, nos termos da lei 8.666, de 21 de junho de 1993 e demais alterações em vigor, para a construção da UEMS – Unidade Universitária. Com 18.862,88 metros quadrados totais, localizada ao lado do Centro de Pesquisas da Agraer, na rodovia MS-080, saída para Rochedo.

A futura unidade terá 7 blocos em setores distribuídos sendo: Bloco 1 – convívio, bloco 2 Artes Cênicas e Turismo, Bloco 3 Letras, Bloco 4 –Administração, Urbanismo e Infraestrutura, bloco 5 Pós Graduação e Medicina, bloco 6 Laboratórios e Bloco 7 Geografia/Pedagogia. A licitação será realizada às 9 e 10 horas, do dia 14 de novembro na Avenida Desembargador José Nunes da Cunha, s/n, bloco 14 Parque dos Poderes – Campo Grande.

MS Forte 2

A obra está inserida no pacote de invesimentos MS Forte 2 o governo do Estado. Serão investidos R$ 45 milhões na construção da unidade da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), em Campo Grande, e as instalações físicas para implantação do curso de medicina da Capital.

A sede administrativa da UEMS Campo Grande e o curso de medicina serão implantados na área da Cepaer/Agraer, área de propriedade do Estado, às margens da MS-080, próximo ao Detran. A nova unidade de Campo Grande atenderá, em média, 1.800 alunos e mais 24 mil usuários de serviços de saúde por ano após o sexto ano de implantação da faculdade de medicina. Os cursos abrirão 60 vagas por ano. Dourados aumentará a oferta em mais de 500 vagas. Juntas, as duas unidades vão gerar 350 empregos para profissionais e educadores da educação superior.

“É um momento oportuno e muito importante para nós. Campo Grande já tem sete cursos de graduação de três em mestrado. Com esta unidade própria em Campo Grande, vamos consolidar a UEMS em todo o Estado. O curso de medicina é uma proposta que vem atender as necessidades e a demanda de profissionais de saúde para suprir as deficiências. Teremos mais médicos para atender todo o Estado, no atendimento pelo SUS (Sistema Único da Saúde), PSF (Programa Saúde da Família) e em todas as especialidades”, afirmou Fábio Edir dos Santos, reitor da Universidade Estado de MS, durante o lançamento do MS Forte 2.

“É uma atenção, um olhar diferenciado que o governo do Estado está dando à educação. É um reconhecimento do governador André para melhorar o nível de acadêmico no Estado. Representa a consolidação da UEMS no Estado de Mato Grosso do Sul”, afirmou Fábio Edir. De acordo com o reitor, a entrega está prevista para o segundo semestre de 2014.

Colaboração: Boris Verbisck

Por: Vania Alves do Notícias MS
(Fonte: Jornal Dia a Dia)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!