43 dias após rocha cair de pedreira, Piracicaba abre licitação de serviço

Aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial do município na quarta (4).
Obras de contenção devem evitar acidentes e são avaliadas em R$ 150 mil.

 

A Prefeitura de Piracicaba (SP) abriu edital de contratação dos serviços de contenção da Pedreira do Bongue, na Avenida Jaime Pereira. O aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial do município no último dia 4 de novembro, quase um mês e meio depois que uma rocha de1,5 tonelada se despreendeu do paredão e fez três feridos. O valor da instalação dos aparatos, que deverão evitar novos acidentes, está avaliado em R$ 150 mil.

 

A licitação, segundo a Prefeitura, foi aberta apenas em novembro devido a necessidade de avaliação dos pontos que receberão a contenção. A entrega das propostas deve ser feita até as 11h do dia 16 de novembro, na Rua Antônio Corrêa Barbosa, nº 2233. A abertura das propostas ocorrerá às 14h da mesma data.

 

Três dias depois do acidente que ocorreu, em 26 de setembro de 2015, a Defesa Civil realizou uma vistoria na área e o prefeito Gabriel Ferrato (PSDB) autorizou a contratação emergencial do serviço de ampliação da proteção existente na via.

Na ocasião, a administração municipal informou que o trabalho será realizado pela Secretaria Municipal de Obras (Semob) “por precaução”.

 

A proteção será composta por pilares metálicos fixados com concreto no solo. Em seguida, as estruturas recebem um tipo de plástico para dar maior durabilidade, segundo nota da administração municipal. “Entre os perfis são colocadas telas de alta resistência. Serão plantadas árvores de médio”, informou a assessoria.

 

O objetivo da intervenção é evitar que as rochas cheguem à avenida em eventuais quedas futuras. Ação semelhante já foi realizada entre 2008 e 2009 nos pontos da pedreira que apresentavam fissuras. “É importante considerar que a maioria dos terrenos na região é particular”, destaca nota da Prefeitura de Piracicaba.

 

Acidente
“Não deu tempo de fazer nada”, disse o motorista do carro atingido pela pedra de 1,5 tonelada em Piracicaba (SP). A rocha se soltou de uma pedreira desativada na Avenida Jaime Pereira, antiga estrada do Bongue, e atingiu o veículo dirigido pelo cozinheiro Adão Silva, de 63 anos.

 

O G1 conversou com o cozinheiro e familiares dele. No automóvel, também estavam a esposa dele, de 66 anos, e o sobrinho, de 40. Todos precisaram ser hospitalizados. A idosa precisou passar por cirurgia para conter uma hemorragia interna e ficou internada na Santa Casa de Piracicaba por vinte dias.

 

Outro caso
Em outubro de 2014, uma outra rocha de cerca de dois mil quilos se soltou da Pedreira do Bongue.

 

A pedra caiu de uma altura de aproximadamente 25 metros e quase atingiu um poste de energia elétrica na Avenida Jaime Pereira. Ao deslizar, ela parou entre a calçada e o meio fio. Não houve feridos.

 

(Fonte: G1)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!