2014: Governo cria Central de Compras para reduzir gastos

O governo federal vai centralizar a aquisição e contratação de bens e serviços de uso comum aos órgãos da administração direta do Poder Executivo. O objetivo é obter mais eficiência no gasto público, padronizar procedimentos e melhorar o controle e a fiscalização das compras federais. A Central de Compras e Contratações, subordinada ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, foi criada em janeiro deste ano por meio do Decreto 8189/2014.

 

Em outubro do ano passado, o governo contratou de forma compartilhada serviço de telefonia fixa para 70 órgãos, no que pode ser considerado o primeiro grande teste para a criação da Central. A economia com o processo de compra foi de 49,5% em relação ao preço praticado anteriormente.

 

“A Central de Compras desonera os ministérios, traz inteligência para as compras públicas e certamente teremos redução de despesas”, ressalta o chefe da Assessoria para Modernização de Gestão do Ministério do Planejamento, Valter Correia, responsável pela Central.

 

Mas o primeiro grande teste para a nova estrutura é a compra centralizada de passagens aéreas, que inicia nesse mês de agosto. “O governo entendeu que, para a eficiência do gasto público, seria mais efetivo acabar com a intermediação das agências de viagens nos deslocamentos nacionais. Mesmo porque o governo adquire passagens a trabalho e não para turismo”, aponta Valter Correia.

 

(Fonte: Sebrae)

Aproveite todas as licitações públicas em um só lugar!